segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Os Filhos da Lua - Lucy Monroe

00- Corra com a Lua


Terras Altas Escocesas... Solo de Caça Sinclair
Começo da Idade Média

Capítulo Um

A loba ergueu sua cabeça em direção à lua e uivou com prazer.
A liberdade fluía por ela em onda após onda de prazer.
Era a primeira vez em sua vida que ela tinha sido permitida a correr sozinha durante uma lua cheia.
Ela mal podia acreditar que seu laird ou seu irmão tinham dado sua aprovação para ela fazer isso, mas ao menos um tinha, se não o outro.
E ela estava muito contente.
Ela ainda não estava pronta para acasalar, mas se ela tivesse ficado com seu bando durante aquela corrida, ela teria acasalado.
Ela estava no cio, estava na idade... alguns diziam que já havia passado... e a natureza da sua besta teria exigido uma união física.
Os machos livres de seu bando teriam lutado um com o outro pelo direito de unir-se a ela e a sua loba teria se submetido ao antigo ritual.
Mas a mulher humana dentro do corpo da loba não queria nenhum dos machos do seu bando.
Nem mesmo seu líder. O que havia sido seu verdadeiro problema.
Não meramente porque ela estivesse assustada de acasalar pela primeira vez como loba, mas porque ninguém do seu bando a atraía como um potencial marido ou amante temporário.
Nem mesmo a fim de obter o controle da sua mudança.
Ela achava que era melhor correr com a lua como loba do que emparelhar-se com um homem que não exercia atração sobre ela...





01- Lua que Desperta


Milênios atrás, Deus criou uma raça de pessoas tão ferozes que até suas mulheres eram temidas em batalha.

Essas pessoas eram guerreiras em todos os sentidos, recusando-se a submeter-se ao domínio de qualquer um que não fosse um dos seus… 
sem importar o tamanho das tropas enviadas para subjugá-los.
Seus inimigos diziam que eles lutavam como animais. Seus inimigos vencidos nada diziam, pois estavam mortos.
Eles eram considerados um povo primitivo e bárbaro porque desfiguravam suas peles com tatuagens em tinta azul.
Os desenhos eram normalmente simples.
Uma única besta era pintada em um contorno simples, embora alguns membros do clã tivessem mais marcas que rivalizavam com os celtas pela complexidade artística. Estes eram os líderes dos clãs, e seus inimigos nunca eram capazes de descobrir o significado de quaisquer das tatuagens azuis.
Alguns supunham que elas eram símbolos de sua natureza bélica e nisso estavam parcialmente certos.
Pois as bestas representavam uma parte deles mesmos que esse violento e independente povo mantinha em segredo frente à dor da morte.
Era um segredo que eles guardavam por séculos de sua existência, na época em que a maioria migrou através da paisagem européia para se estabelecer no inóspito norte da Escócia.
Seus inimigos romanos os chamavam de Picts, um nome aceito pelos outros povos de sua região e de regiões ao sul… Eles chamavam a si mesmos de Chrechte.

Nota:Romance levemente sobrenatural,que costumo publicar no
outro blog,mas como é narrado na antiga e minha adorada Escócia eis aqui...





02- Desejo da Lua


Quando Talorc, laird do clã Sinclair e líder de sua manada de homens lobo, é obrigado a se casar com uma inglesa, 
surpreende-se ao descobrir que ela é sua companheira.

Surda desde a infância, Abigail espera poder ocultar sua deficiência de Talorc todo o tempo possível, do mesmo modo que ele não tem intenção de lhe contar que é um homem lobo. Mas quando Abigail descobre que seu marido, ao que começou a amar, enganou-a, será necessário que Talorc faça uso de todas seus dotes de guerreiro e seus instintos de lobo para recuperar a sua esposa.





03- Lua Ardente


Barr nunca pediu para ser nomeado Líder do clã guerreiro Donegal e liderar seu bando de homens lobos. 
Mas cumprirá cabalmente com seu dever e como ainda não encontrou a sua companheira, espera poder achá-la entre os membros de seu novo clã. 
Sabia que ser líder seria difícil; mas não esperava descobrir a uma mulher nua no bosque cuja memória era tão frágil como seu delicioso e extremamente atrativo corpo humano. 
Poderia esta mulher ser sua Autêntica Companheira?
Enquanto se encontra em uma missão para salvar a seu povo da extinção, Sabrine finge não ter lembranças a fim de infiltrar-se entre seus inimigos: o clã Donegal. 
Como uma mulher que se transforma em corvo, está decidida a recuperar a pedra sagrada que pertence por direito a seu povo. 
Mas logo se verá consumida por seu ardente desejo e crescente amor por laird Donegal, que acreditava tê-la salvado, mas que desconhece os perigosos e inevitáveis segredos destinados a separá-los.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

A Profecia Final - Jessica Andersen


01 - Guardiões da Noite 


Como detetive da Narcóticos, Leah Daniels nunca sabe como terminará seu dia. Mas certamente nunca esperou ser presa num altar de pedra em um antigo ritual Maia que significaria estar vinculada a um demônio do Submundo. Ou assim foi até ser salva por um atrativo rei sacerdote-guerreiro que afirma a reconhecer de suas visões…
Strike Jaguar desejaria não ter cometido o engano de juntar seus companheiros sacerdotes-guerreiros, ou quebrar a lei para salvar o sacrifício humano eleito. Agora, não tinha mais escolha que unir forças com Leah e invocar uma perigosa magia numa corrida que desafia à morte contra o fim dos tempos.